Após quase 10 anos fechado, Funarj promete reabrir o Museu Carmen Miranda

Via: Band

Por: Amanda Martins

Espaço abriga mais de 3 mil peças, entre trajes de shows e filmes e itens pessoais da artista

Museu foi fechado em 2013 para se adaptar a normas de segurança
Reprodução/Funarj

Após quase 10 anos fechado, a promessa da Funarj é de reabrir o Museu Carmen Miranda, no Flamengo, na Zona Sul do Rio. O espaço abriga um acervo de mais de 3 mil peças. Entre elas, trajes de shows e filmes, além de itens pessoais como a roupa que Carmen Miranda usou no dia em que foi homenageada com uma estrela na calçada da fama.

Para a sobrinha da artista, Maria Paula Richaid, a obra de Carmen Miranda precisa se manter viva na memória dos brasileiros.

O museu foi criado em 1956, mas só foi inaugurado oficialmente 20 anos depois. O espaço foi fechado em 2013 para se adequar às novas normas de segurança. Nesse tempo, alguns itens foram danificados e estão pausando por uma restauração para que possam voltar a ser expostos.

O musicólogo, Ricardo Cravo Albin, explica a importância da artista brasileira mais famisa no exterior.

Atualmente, quem deseja ver uma das peças icônicas da artista precisa viajar até a cidade portuguesa onde ela nasceu em uma exposição aberta pelos 67 anos da morte de Carmen Miranda. A Funarj negocia ainda o empréstimo de itens para outros espaços culturais como o Museu da Imagem e do Som que deve ser inaugurado em 2023.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.